Bem Vindos

O objetivo desse blog é mostrar a importância da psicologia e acupuntura na manutenção da saúde mental.Ligue e agende o seu horário!!!















quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Personalidades Segundo os Cinco Elementos Da Medicina Tradicional Chinesa

Em diferentes épocas, autores de diversos ramos das ciências tentaram classificar os tipos humanos segundo certas características gerais.

Na Medicina Tradicional Chinesa, além do tipo de personalidade associado a cada um dos Cinco Elementos, se observa também um pólo Yin ou um Yang, que diferencia parcialmente as características de um e de outro. Todo indivíduo Yin será mais retraído e menos ativo. Todo indivíduo Yang será mais ativo e expansivo. Entretanto, os pontos principais que caracterizam cada elemento podem ser encontrados nos tipos Yin e nos Yang.

A busca de equilíbrio entre forças Yin e Yang e a coordenação entre os Cinco Elementos é o motor da vida. É claro que o equilíbrio é sempre dinâmico, nunca estático. Deste modo, ao longo da vida e em determinadas circunstâncias algumas características vão estar prevalecendo sobre as outras, ou vai haver diferentes mesclas entre temperamentos dos Cinco Elementos.

Com todas as manifestações, o oriental considera que o homem virtuoso é aquele que dentre todas as variações possíveis procura adaptar-se e colocar os comportamentos nos momentos necessários, ou seja, é maleável.

O intenção deste conhecimento não é “rotular” os tipos humanos, mas possibilitar a utilização das tipologias como ferramentas na difícil tarefa de compreensão das possibilidades e limites de cada pessoa. A tipologia segundo os Cinco Elementos nos possibilita vislumbrar aspectos que podem ser desenvolvidos, tendências naturais e potencialidades não descobertas em cada ser, na constante busca do auto-conhecimento.

1) ÁGUA

- Órgão (Zang): Rim
- Víscera (Fu): Bexiga
- Manifestação externa: Cabelos
- Abertura: Ouvidos
- Partes do corpo regidas/funções: Rins, bexiga, cérebro, medula, ossos, região lombar, ouvidos, cabelos, energia vital, ciclo das águas
- Aspecto mental: Zhi (Força de Vontade: força interna que move a pessoa para realizar novos empreendimentos, no plano pessoal e social. Demonstra a capacidade de adaptação do ser humano, sua possibilidade de mudança e de busca de novas fronteiras.
- Atitude: Perseverança, coragem, auto-preservação
- Emoção predominante: Medo
- Fatores de adoecimento: envelhecimento, doenças crônicas, excesso de atividade sexual, excesso de trabalho, deficiência de energia hereditária.

- Temperamento associado à Água
- Aplicado à conduta humana representa a capacidade de manter sua natureza (ser sincero) e, portanto, fluir constantemente e sem receios
- Suas características marcantes são a adaptabilidade, flexibilidade, hipersensibilidade (intuição), hiperemotividade
- Sociável, respeitando as opiniões e diferenças alheias
- Evita conflitos frontais com os inimigos
- Pode ter atitudes ambíguas para nunca entrar em choque com ninguém
- Procura colocar suas opiniões de forma indireta
- Tem variações constantes de humor e temperamento mutável
- Trabalha sutilmente, se infiltrando a partir de “baixo” em busca de objetivos, nunca é direto
- Tem muita habilidade em convencer os outros a fazer coisas que os beneficiem, podendo se tornar manipulativos e egoístas
- Devido a falta de constância em seu temperamento tem pouco poder de decisão, pouca determinação e muita dúvida
- Podem se tornar desconfiados em relação a si próprios e desenvolver baixa auto-estima
- A emoção central deste temperamento é o medo
- Equilibrado tende a ter um embasamento forte e geralmente faz as coisas com intensidade e enfoque
- Num pólo Yang é empreendedor, audaz, decidido, corajoso, ativo e criativo, explorador, eficiente, às vezes impulsivo e inconseqüente. Desafia as situações difíceis e está sempre se expondo em situações limítrofes.
- Num pólo Yin tem a noção de perigo e sabe buscar as situações em que se adapta melhor. Por isso ás vezes manifesta-se como reservado, introspectivo, atento, calado. Prefere observar a agir; não gosta de gastar sua energia á toa, não se expõe facilmente e pode ser considerado um pouco esquivo e medroso.

- Doenças ligadas ao desequilíbrio da Água
Doenças renais, impotência, esterilidade masculina e feminina, polaciúria, oligúria, incontinência urinária, dentes e ossos fracos, dores lombares e nos joelhos, corpo e membros frios, zumbido, alteração da acuidade auditiva, astenia, falta de vontade e de ânimo, perturbações da memória, fobias.


2) MADEIRA

- Órgão (Zang): Fígado
- Víscera (Fu): Vesícula Biliar
- Manifestação externa: unhas
- Abertura: olhos
- Partes do corpo regidas/funções: ligamentos, fluxo de Qi, armazenamento do sangue, controle das emoções
- Aspecto mental: Hun (Alma Etérea: inconsciente, força emocional, mediador entre a realidade interna e externa, entre céu e terra)
- Atitude: Ação, conquista, decisão, planejamento
- Emoção predominante: Raiva
- Fatores de adoecimento: frustrações, alimentação gordurosa, álcool, raiva contida, irritação

- Temperamento associado à Madeira
- Capacidade de tomar decisões, olhar para o futuro e crescer com o tempo
- Representa a capacidade de ação, como a semente que carrega consigo o potencial da árvore
- Capacidade de planejamento (contém a sabedoria dos ritmos, armazenando a experiência do passado em seu cerne, programando-se para o futuro)
- São decididos, expansivos, competitivos, ousados, combativos. Não tem medo de arriscar, são confiantes e impulsivos
- São líderes naturais, ocupando cargos de direção
- Gostam de trabalhar para os outros, pelos outros e para o bem comum, não gostam de trabalhar sozinhos
- Não gostam de ficar parados, por isso podem se tornar irritados ou nervosos devido à necessidade interna de agir, não suportam impedimentos e frustrações
- Gostam de movimento, esportes, viagens e tem aversão à quietude
- São dinâmicos, criativos e imaginativos
- Geralmente respeitados por sua nobreza moral e capacidade ética, são profissionais por excelência
- Colaboradores, com espírito abnegado e capazes de sacrifícios em prol do bem comum.
- Capazes de separar muito bem assuntos de distinta natureza
- A emoção predominante é a Raiva
- Num pólo Yang as pessoas são tudo o que foi descrito acima, porém podem se tornar irritáveis, impacientes, desatentas, intolerantes, agressivas, pois sua necessidade de ação as leva ao movimento frenético. Podem se tornar ambiciosas e apressadas em atingir os objetivos que se impõem, fazendo mil coisas ao mesmo tempo e se frustrando por não dar conta de tudo
- Num pólo Yin apresentam uma grande energia contida, pois apesar de todo potencial não costumam expressar-se abertamente e não realizam tudo o que poderiam. Esta é uma mistura perigosa pois o indivíduo tende a jogar para dentro o que deveria fazer para fora, como um curto-circuito. Podem acompanhar sintomas depressivos ligados à frustração e à raiva dissimulada, pode ter explosões momentâneas ou “implodir” gerando doenças psicossomáticas. Quando consegue colocar sua energia para fora é capaz de grandes atos, mas em geral não o faz com tanta facilidade quando o Madeira Yang

- Doenças ligadas ao desequilíbrio da Madeira
Alterações emocionais (irritação, ansiedade, estresse, depressão). No sistema digestivo, tudo aquilo que se traduz pelo fluxo contra-corrente de energia: inchaços, vômitos, soluços. Problemas do Fígado e da Vesícula biliar, cefaléia, tontura, problemas dos olhos. Alterações ligadas ao movimento de Qi: irregularidades menstruais, TPM, cólicas, formação de coágulos, visão embaçada, tendinites, vertigem, tiques, espasmos, olhos vermelhos, vômito com sangue e sangramento nasal. Deficuldade de decisão e escolha, apego, frustração, dificuldade de mudança. Tensão e contração ou, num outro extremo, expansão excessiva.


3) FOGO

- Órgão (Zang): Coração
- Víscera (Fu): Intestino Delgado
- Manifestação externa: tez, cor do rosto, shen
- Abertura: língua
- Partes do corpo regidas/funções: Coração, Pericárdio, Intestino Delgado, vasos, sangue, mente, fala
- Aspecto mental: Shen (Espírito, Consciência, Mente: em sentido abrangente é o que nos conecta ao cosmos e, ao mesmo tempo, à nossa natureza íntima. Em sentido mais estrito a consciência é a cognição e percepção de quem somos, o estado de vigília e as funções corticais.)
- Atitude: extroversão, comunicabilidade, sedução
- Emoção predominante: Alegria
- Fatores de adoecimento: hiperexcitação, choques emocionais, bebidas alcoólicas, alimentos gordurosos, perdas de sangue.

- Temperamento associado ao Fogo
- Expressa-se pelas emoções, afetividade, alegria e amor
- As palavras chave deste tipo são: transformação, mudança e atualização
- Expansivo, alastra-se com facilidade, tendo dificuldade em preservar limites, queimando até extinguir-se
- Comunicativo, gosta de expressar idéias e opiniões
- Tende a ser otimista, idealista, espontâneo, social e ativo
- Buscam a evolução e a transgressão de normas, trabalham por ideais, combatendo valores obsoletos e tradicionais; são ousados
- São naturalmente líderes, abnegados e lutadores. Com grande vitalidade, capacidade de organização e habilidade mental
- Tem dificuldade em focar, expandindo sua energia em todas as direções.
- Em geral são cativantes, falantes e gostam de ser o centro das atenções.
- São auto-confiantes, ruidosos e potentes, representando energia sob tensão.
- Não tem muita tolerância com a opinião dos outros, e não medem esforços para produzir mudanças, podendo se tornar violentos
- São propensos à insaciabilidade, egocentrismo, brutalidade, e invasão
- Se estiver bem equilibrado tem grande afetividade e capacidade de amar, quando desequilibrado pode se tornar maníaco ou cair em depressão
- A emoção que predomina quando não conseguem o equilíbrio é a alegria (euforia, ansiedade, mania ou hiperexcitabilidade)
- Num pólo yang: podem ser irresponsáveis e impulsivos. Patologias como mania, delírio e droga-adição podem ser encontradas, portanto aprender seus próprios limites e aprender a controlar seu temperamento apaixonado, moderando a ambição pessoal é essencial. Devem procurar atividades que ajudem a centrá-lo, como a meditação, exercícios físicos moderados e contato com a natureza, evitando perder sua energia em situações dispersivas e agitadas
- Num pólo Yin: tem todas as características descritas, porém com mais dificuldade para realizar e agir. Ficam presos no mundo da imaginação e dos sonhos. Isso pode, com o tempo, transformar-se num estado de ansiedade crônica pela energia não canalizada

- Doenças ligadas ao desequilíbrio do Fogo
Patologias ligadas ao Fogo levam a palpitações, transpiração espontânea, insônia, alteração da consciência e da compreensão, labilidade emocional, alterações da fala, ansiedade, má circulação sanguínea, isquemias, insuficiência coronariana.

4) TERRA

- Órgão (Zang): Baço-Pâncreas
- Víscera (Fu): Estômago
- Manifestação externa: lábios
- Abertura: boca
- Partes do corpo regidas/funções: tônus muscular, nutrição, Ciclo das Àguas, lábios, boca e gustação.
- Aspecto mental: Yi (Pensamento: reflexão, intenção, idéia; concentrar, memorizar, raciocinar, estudar)
- Atitude: introversão, moderação
- Emoção predominante: Preocupação
- Fatores de adoecimento: pensamentos repetitivos, excesso de trabalho, ambientes úmidos e frios, alimentos crus, alimentação desregrada, perda de sangue.

- Temperamento associado à Terra
- Relacionado ao movimento de prover alimento aos outros, à preocupação e ao cuidado materno
- Introvertido, reservado, detalhista, organizado, passivo, pensativo, analítico, lógico, cuidadoso, crítico, racional. Pode se tornar obcecado e rígido
- “Pés-no-chão”, nunca improvisam, não fazem nada sem pensar e não “pisam em falso”.
- Sábio, tem serenidade em esperar e acumular experiência
- Fazem boas previsões do futuro devido à capacidade de pensamento sistemático.
- São lentos no agir (pensam muito), mas quando o fazem são ágeis
- Tem grande capacidade de gerar energia e pode ser muito afetuoso
- Metódicos, sistemáticos e bons administradores
- Tem grande capacidade com as finanças, e habilidade para poupar e dar destino a coisas aparentemente inúteis
- Austeros e precavidos, adoram a rotina e podem se tornar obsessivos
- São conservadores, não gostando de mudanças bruscas e desorganizadas
- Deve aprender a passar do pensamento à ação, como se um fosse a continuação do outro. A sabedoria de Terra pode se tornar fonte de desequilíbrio quando o indivíduo mantiver uma atitude puramente contemplativa e não for capaz de agir e pôr-se em movimento. Neste caso o indivíduo rumina e perde energia com suas conjecturas mentais
- O equilíbrio do indivíduo Terra reside na aptidão para nutrir a si próprio, livrar-se do medo e do apego, para poder abri-se para a vida. Pois tendem a ser muito apegados e solicitar muito dos outros, criando uma dependência negativa
- A emoção que predomina quando não conseguem o equilíbrio é a preocupação, o pensamento obsessivo
- Num pólo Yin: passam muito tempo raciocinando, ficam presos em pensamentos e não conseguem traduzir em ação. São pensamentos muitas vezes irreais ou simplesmente repetitivos. Sofrem de passividade e sentem-se “desenergizados” e solitário
- Num pólo Yang: podem se tornar “mães eternas”, que cuidam de tudo e de todos. Exigem reconhecimento por sua generosidade ou impedem o crescimento e o amadurecimento das pessoas que as cercam, tornando-as dependentes da sua ajuda. Os laços de dependência que se formam são prejudiciais dos dois lados, pois o indivíduo Terra Yang ao cuidar dos outros deixa de cuidar de si mesmo e estabelece uma relação de dívida e culpa com o mundo. Essa atitude de força e dominação, na verdade, esconde medo de rejeição e solidão. É importante que a pessoa passe a cuidar de si, em vez de cobrar do mundo a retribuição do seu amor

- Doenças ligadas ao desequilíbrio da Terra
Alterações digestivas, distúrbios de nutrição, obesidade, anorexia, bulimia, prolapsos e ptoses de órgãos, hemorragias, edemas, astenia, alteração do paladar, pele amarelada.

5) METAL

- Órgão (Zang): Pulmão
- Víscera (Fu): Intestino Grosso
- Manifestação externa: pele e pêlos
- Abertura: nariz
- Partes do corpo regidas/funções: respiração, ciclo das águas, circulação, oxigenação, nariz, seios da face, pele.
- Aspecto mental: Po (Alma Corpórea: reflexos, instintos primitivos, reação de luta ou fuga, trama essencial do corpo que dá forma e mantém a vida.)
- Atitude: instrospecção, acúmulo, instinto, reflexo.
- Emoção predominante: tristeza
- Fatores de adoecimento: cigarro, poluição, falta de líquidos, ambientes secos, luto, pesar, perdas importantes.

- Temperamento associado ao Metal
- Indivíduo observador, introvertido, sensível, intuitivo, inteligente, desconfiado, teimoso, calculista, às vezes frio
- Tem o hábito de economizar dinheiro e nunca se arriscar em atividades muito instáveis
- Tem firmeza de caráter e grande força moral, forte poder de decisão com objetividade e pouca dúvida
- Inflexíveis, determinados e pacientes
- Tem um pensamento minucioso, linear e muito repetitivo
- Em geral gostam de fazer as coisas sozinhos e não pedem ajuda
- Persistentes, podendo se tornar teimosos, insistindo em continuar adiante mesmo em condições adversas
- São auto-suficientes, considerados às vezes rígidos e frios, mas não criminosos
- É reservado, discreto e sabe analisar as situações
- Realistas, são como a espada da verdade, que corta fora as ilusões, o desnecessário, para que haja confronto com a realidade
- Por estar ligado ao movimento de “apego e desapego” ligado à respiração, o Metal manifesta-se pela emoção tristeza, pelo pesar e melancolia
- O aprendizado central deste tipo é aceitar perdas, abrir mão de seus bens e de suas posições rigidamente estruturadas para seguir com mais naturalidade e flexibilidade o fluxo da vida. Os verdadeiramente sábios são os que aceitam a vida como ela é, compreendem seu movimento sem criar apego desnecessário, sabem que a vida é impermanente e seguem sua intuição para seguir o fluxo de energia, o macrocosmo, do mundo externo, além de estarem conectados ao microcosmo, o mundo interno
- Num pólo yin: são pessoas muito intuitivas, introvertidas, caladas e analíticas. Eventualmente tem dificuldade de formar laços duradouros com outras pessoas. Muitas vezes participam pouco da vida e têm medo de se envolver em atividades diversas ou arriscar novas situações, pois não querem gastar energia para manter essas situações ou relacionamentos. Podem viver perdidos em memórias ou sonhos, sem nunca chegar a realiza-los. Guardam mágoa com facilidade e não expressam seus sentimentos, com medo de não serem aceitos. Acabam, freqüentemente, por causa desse comportamento, gerando doenças físicas sérias. Em geral, após sofrerem algumas frustrações, ficam com medo de se envolver emocionalmente ou de se entregar mais profundamente
- Num pólo yang: podem ser bem estruturadas, mais ativas e de opiniões definidas. Eventualmente tornam-se rígidas, apresentando dificuldade em abrir mão de suas posições, de suas convicções e de seus bens materiais. Podem ser obstinados e competentes mas, em geral, não lidam bem com mudanças na sua rotina. São meticulosos e até obsessivos, e não são muito criativos.

- Doenças ligadas ao desequilíbrio de Metal
Doenças respiratórias (asma, pneumonia, dispnéia, enfisema, tuberculose, etc.), astenia, voz fraca, alterações olfativas, rinites, obstipação, depressão, doenças de pele, estase de líquidos corporais formando edemas e derrames, etc.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CAMPIGLIA, Helena. Psique e Medicina Tradicional Chinesa. São Paulo: Roca, 2004.

ROSS, Jeremy. Combinações dos pontos de acupuntura: a chave para o êxito clínico. São Paulo: Roca, 2003.

ROSS, Jeremy. Zang-fu: sistemas de órgãos e vísceras na medicina tradicional chinesa. São Paulo: Roca 1994.

9 comentários:

  1. Parabéns!
    O seu blog está ótimo !

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Parabéns, gostei muito das informações.

      Excluir
  3. Parabéns pelo blog! Também sou acupunturista. Seu texto está muito bem montado e explicado para os internautas curiosos sobre medicina chinesa.

    ResponderExcluir
  4. Isto e uma maravilha de explicação. Parabens!
    Pergunta: Uma pode passar por todos estes elementos?

    ResponderExcluir
  5. Uma das melhores explicações que já li sobre os cinco elementos! Muito rico e claro! Obrigada!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir