Bem Vindos

O objetivo desse blog é mostrar a importância da psicologia e acupuntura na manutenção da saúde mental.Ligue e agende o seu horário!!!















quarta-feira, 29 de setembro de 2010

As Emoções e as Fases das Enfermidades Mentais De Acordo Com a Medicina Tradicional Chinesa

Num plano terapêutico, Shen (o Espírito) é a força criadora do paciente, que ele precisa tentar mobilizar no sentido da cura. É necessário, portanto, equilibrar as diferentes forças sutis porém estruturais, sem as quais o homem perde a sua coesão e se torna incurável.

O modelo da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) coloca as atividades mentais diretamente relacionadas às funções dos seus sistemas de Zang/Fu (Órgãos e Vísceras), de Xue (Sangue), de Jing (Essência).

A acupuntura corresponde a uma técnica terapêutica usada pelos profissionais da saúde para tratar diversas patologias físicas e emocionais. Ela compõe um conjunto de saberes e procedimentos culturalmente constituídos, e dos quais não pode ser dissociada da MTC, que também utiliza ervas, massagens, exercícios físicos, dietas alimentares, etc.

O sangue (Xue) é o suporte do espírito, por isso as alterações emocionais estão diretamente relacionadas no ser humano com o Coração, já que este rege o Thân (consciência da existência) e rege também o Sangue. As alterações do sangue implicam alterações do espírito e vice-versa. Circulando no sangue a mente não estaria fixada no cérebro, mas sim distribuída por todo o organismo e totalmente dependente dele.

ALTERAÇÕES SHEN

- FÍGADO: Excessiva competitividade, imaginação, stress, desejo descontrolado, materialismo, irritação, etc. Predisposição a padecer de enfermidades hepatobiliares e de sua área tissular como os músculos, tendões, unhas, etc.

- CORAÇÃO: Estados eufóricos, excessivas emoções, esforço intelectual e oratória excessiva, etc. Predisposição a padecer de enfermidades cardiovasculares, de intestino delgado e de sua área tissular como as artérias e veias.

- BAÇO-PÂNCREAS: Excessiva preocupação, obsessão, fobias, manias, etc.Predisposição a padecer de enfermidades esplenopancreáticas, gástricas e de sua área tissular como o tecido celular subcutâneo e o tecido conjuntivo.

- PULMÃO: Ansiedade, angústia, ambientes deprimidos, etc.Predisposição a padecer de enfermidades pumonares e de intestino grosso e sua área tissular como pele e pelos.

- RIM: Medo, zelo, insegurança, uso excessivo da força de vontade, etc.Predisposição a padecer de enfermidades renais, vesicais e de sua área tissular como ossos, dentes, sistema endócrino, etc.

Segundo Nogueira-Perez (2007), uma patologia crônica em um indivíduo se fará presente segundo seu terreno Yin-Yang, junto com sua diátese Zang (predisposição). Também se desencadeará devido a alterações orgânicas, psíquicas (emoção repentina), alterações do Qi/Xue, desequilíbrio Yin-Yang ou por alterações dos líquidos orgânicos. As fases das enfermidades mentais são:

1ª Fase – Neurótica (Xie Mental)
Implica a alteração do Mestre do Coração, como órgão que coordena em primeira instância qualquer alteração do comportamento. O Mestre do Coração, como regulador geral de toda bioinformação que o indivíduo recebe, está conectado com os órgãos internos. Por isso qualquer impacto emocional repercute no pericárdio, que deve resolver a conjuntura. Por exemplo, uma agressão por medo que afete o Rim deverá ser neutralizado pela reflexão do BP, a tristeza que afeta o Coração deverá ser neutralizada pela alegria do Coração, etc. O Mestre do Coração através de suas vias internas (meridianos distintos) faz essa mediação. Quando o choque emocional supera as possibilidades homeostáticas do Mestre do Coração, começa um processo que pode evoluir em direção a graus de pior prognóstico. Nesta primeira fase se observam alterações dos aspectos fundamentais da vida de relação do ser humano, como a sexualidade e o sono. Fatores endógenos, exógenos ou mistos podem ser a raiz da aparição deste primeiro estágio de desequilíbrio onde o Mestre do Coração, enquanto válvula de escape, trata de neutralizar as plenitudes internas desencadeando sintomas agudos e típicos, por exemplo:
- taquicardia, arritmia, opressão torácica, alteração da sexualidade (por excesso ou falta), alterações do sono (insônia), problemas musculares (tensão muscular já que Fígado e o Mestre do Coração formam o mesmo plano – Jue yin), irritação, estresse, etc.
Se não for corrigido e transbordar a ação do pericárdio, o desequilíbrio segue adiante e passará a uma segunda fase. No final da primeira fase já podem coexistir sintomas da segunda.
Na atual sociedade ocidental existem múltiplos fatores que provocam essa situação de opressão constante no Mestre do Coração (materialismo, medo, procupação, etc.) e por isso são tão freqüentes as alterações na área do sono e da sexualidade. Podemos medir isso pelo consumo exagerado de soníferos ou sedantes, e pelas transgressões sexuais que parecem ser típicas de nossa sociedade atual.

2ª Fase – Ansiosa (Xie Houn ou Xie Yi)
Se o Mestre do Coração não controla a situação e falha em sua função mediadora se afetará o Shen do Baço-Pâncreas e do Fígado (Yi e Houn).
O Fígado (Yang) e o Baço-Pâncreas (Yin) produzem dois tipos de ansiedade diferentes:
A Ansiedade Yang (Xie Houn) – uma alteração do espírito do Fígado, que favorece a possessividade, o materialismo, a excessiva competitividade. É a ansiedade típica do homem que pode chegar a sobrepujar todos os valores e prazeres, incluindo a sua própria vida, para chegar ao máximo poder ou a uma maior relevância social. Se produzirá um indivíduo inquieto, impulsivo, com ira e irritabilidade, insônia, com olhos perdidos no vazio (falta de foco) e excesso de imaginação que resultará em ansiedade e desejo descontrolado, ambição desmedida e hiperatividade. É o que alguns autores clássicos denominam de “a alma do general”.
A Ansiedade Yin (Xie Yi) – é uma alteração do espírito do Baço-Pâncreas, que dá lugar ao surgimento de preocupação excessiva pela conservação ou manutenção das coisas, as condutas repetitivas, a obsessão. É a ansiedade própria da mulher que pode conduzir a condutas obsessivas com o objetivo de manter seus valores essenciais como beleza, filhos, segurança, ou seja, tudo o que possui ou forma seu mundo. Os filhos se vão, a beleza se apaga, e isso supõe um choque que pode dar lugar à ansidade característica da mulher na época pré-menopausa, caracterizada por obsessão, preocupação e ansiedade. É descrita por alguns autores como a “alma do juiz”.
A afetação de uma ou outra unidade energética vai depender de vários fatores. Assim, um desequilíbrio proveniente de um fator Yin tenderá a repercutir no BP, e se a raiz do desequilíbrio é de natureza yang tenderá a repercutir no F.

3ª Fase – Depressiva (Xie Po)
Superada a fase anterior, pode haver evolução para um quadro depressivo que está claramente definido em MTC como alteração da ‘alma sensitiva”, ou Po. A unidade energética afetada nesta fase é o Pulmão, responsável pela energia vital.
O indivíduo padecerá de uma queda na energia vital, aparecendo angústia, melancolia, tristeza, pessimismo, perda da auto-estima e ausência mórbida de vontade e da alegria de viver. Há desengano e frustração com esgotamento da capacidade de resposta aos múltiplos fatores de convivência humana, resultando em psicoastenia e tristeza. O Po é denominado pó alguns autores como “a alma do poeta”.

4ª Fase – Psicótica (Xie Thân ou Xie Zi)
Se se supera a fase depressiva, pode ser afetado o eixo Shao Yin, eixo mais profundo, responsável em última instância pelo equilíbrio Qi-Xue e Yin-Yang.
Os órgãos Coração e Rim estão envolvidos nesta fase, gerando as grandes psicopatias:

- Loucura Yang (Xie Thân) – ou perturbação do espírito do Coração, onde aparecem comportamentos Yang, com logorréia e euforia descontrolada. O indivíduo acredita estar acima do bem e do mal, se torna egocêntrico, megalomaníaco, tem delírios e alucinações, tem comportamentos lábeis e imprevisíveis, “vai em direção ao céu”. O paciente pode apresentar manifestações como: chorar e voltar a estar tranqüilo em questão de minutos, ou gritar e insultar a todos ao redor, sendo impulsivo em seus atos, com a realidade distorcida, sendo a morte um aspecto insignificante. É chamada de “a alma do imperador”.
- Loucura Yin (XieZi) – perturbação do espírito do Rim, onde aparecem comportamentos Yin com medo, zelo, insegurança. O indivíduo tem a força de vontade desvanecida, não vê motivos para viver, tem medo da vida, “vai em direção à terra, sem vontade para exercer nenhuma ação. Se a alteração é forte o indivíduo apresentará um terror intenso e medo de tudo, para ele a vida perde o sentido e pode chegar ao suicídio, sendo que este corresponde a um estado crítico onde o paciente tem perda de reconhecimento da própria imagem e do mundo que o cerca. É chamada de a “alma do cobrador de impostos”.
A alteração poderá se apresentar em um ou outro, dependendo da origem.

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA

PEREZ, Carlos A. Nogueira. Acupuntura Bioenergética y Moxibustión. Tomo I, II e III. Madrid: Ediciones CEMETC, Espanha, 2007.

Nenhum comentário:

Postar um comentário