Bem Vindos

O objetivo desse blog é mostrar a importância da psicologia e acupuntura na manutenção da saúde mental.Ligue e agende o seu horário!!!















domingo, 15 de maio de 2011

Livro "Eu Tinha Um Cão Negro, Seu Nome Era Depressão"

JOHNSTONE, Matthew. Eu Tinha Um Cão Negro, Seu Nome Era Depressão. São Paulo:  Sextante, 2008


                           A única certeza de que temos, é de que um dia na vida ficaremos deprimidos. Pode ser pela perda de um ente querido, a saída de um emprego, uma aposentadoria, entre outros fatores. A depressao tem fases, que vão desde a branda a severa.
            
Winston Churchill descreveu os infernais períodos de depressão por que passou e apelidou a doença de Cão Negro. Assim, essa expressão se popularizou como sinônimo da doença que afeta milhões de pessoas no mundo todo. 


Segundo a Organização Mundial da Saúde, a depressão é a doença que mais invalida as pessoas e está a frente dos problemas cardíacos, trazendo conseqüências econômicas e sociais. As estimativas apontam que uma em cada quatro mulheres e um em cada seis homens irão sofrer em algum momento da vida de depressão com significativos sintomas clínicos (podendo durar semanas a anos).



Este livro apresenta uma visão realista, mas animadora de como é viver com um companheiro baixo-astral que não larga do seu pé e parece querer enterrar sua vida - O Cão Negro.


De maneira tocante e hábil, ele capta o estado de espírito, as dificuldades de relacionamento e as manifestações físicas da depressão clínica.


O Cão Negro pode ser um monstro terrível, mas tirá-lo da penumbra é o primeiro passo na direção da recuperação. Para domá-lo, é preciso procurar ajuda médica, psicológica e buscar forças dentro de si mesmo, com o apoio da família e dos amigos.

Recomendo esse livro para leitura tanto  para o público infantil, quanto adulto, pois o autor conseguiu descrever a depressão, doença tão séria, da maneira mais simples e impressionante que já vi em toda a literatura especializada. 

Não deixem de comprar!!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário