Bem Vindos

O objetivo desse blog é mostrar a importância da psicologia e acupuntura na manutenção da saúde mental.Ligue e agende o seu horário!!!















terça-feira, 18 de outubro de 2011

Dossiê Ansiedade (Parte 1)

Pessoal


Neste mês estou escrevendo sobre os Transtornos de Ansiedade, pois essas patologias tem aumentado muito na população brasileira. 

Segundo o Hospital das Clínicas de São Paulo, 25% da população brasileira sofrem de algum tipo de Transtorno de Ansiedade. Por isso, elaborei esse dossiê tão importante.

        De acordo com o Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais (DSM - IV), os Transtornos de Ansiedade podem ser divididos em:
  • Agorafobia
  • Ataque de Pânico
  • Transtorno de Pânico Sem Agorafobia
  • Transtorno de Pânico Com Agorafobia
  • Agorafobia Sem História de Transtorno de Pânico
  • Fobia Específica
  • Fobia Social
  • Transtorno Obsessivo-Compulsivo
  • Transtorno de Estresse Pós-Traumático
  • Transtorno de Estresse Agudo
  • Transtorno de Ansiedade Generalizada
  • Transtorno de Ansiedade Devido a uma Condição Médica Geral
  • Transtorno de Ansiedade Induzido por Substância
  • Transtorno de Ansiedade Sem Outra Especificação.


          Seguem as descrições dos Transtornos mais comuns:

  • Ataque de Pânico: Período distinto no qual há o início súbito de intensa apreensão, temor ou terror, freqüentemente associados com sentimentos de catástrofe iminente. Durante esses ataques, estão presentes sintomas tais como falta de ar, palpitações, dor ou desconforto torácico, sensação de sufocamento e medo de "ficar louco" ou de perder o controle.
  • Agorafobia: É ansiedade ou esquiva a locais abertos ou situações das quais poderia ser difícil escapar ou nas quais o auxílio poderia não estar disponível, no caso de ter um Ataque de Pânico ou sintomas tipo pânico.
  • Transtorno de Pânico Sem Agorafobia: Caracterizado por Ataques de Pânico inesperados e recorrentes acerca dos quais o indivíduo se sente persistentemente preocupado. 
  • Transtorno de Pânico Com Agorafobia: Ataques de Pânico recorrentes e inesperados com agorafobia.
  • Fobia Específica: Caracteriza-se por ansiedade clinicamente significativa provocada pela exposição a um objeto ou situação específicos e temidos, freqüentemente levando ao comportamento de esquiva. Ex: fobia de elevador, altura, locais fechados (claustrofobia), bichos, dirigir, etc.
  • Fobia Social: Caracteriza-se por ansiedade clinicamente significativa provocada pela exposição a certos tipos de situações sociais ou de desempenho, freqüentemente levando ao comportamento de esquiva.
  • Transtorno Obsessivo-Compulsivo: Caracteriza-se por obsessões (pensamentos)  e/ou compulsões (rituais que servem para neutralizar a ansiedade).
  • Transtorno de Estresse Pós-Traumático: Caracteriza-se pela revivência de um evento extremamente traumático, acompanhada por sintomas de excitação aumentada e esquiva de estímulos associados com o trauma. Ex: ocorre após um sequestro, um assalto, etc.
  • Transtorno de Estresse Agudo: Caracteriza-se por sintomas similares àqueles do Transtorno de Estresse Pós-Traumático, ocorrendo logo após um evento extremamente traumático.
  • Transtorno de Ansiedade Generalizada: Caracteriza-se por pelo menos 6 meses de ansiedade e preocupação excessivas e persistentes.
  •  Transtorno de Ansiedade Devido a Uma Condição Médica Geral: Caracteriza-se por sintomas proeminentes de ansiedade considerados como sendo a conseqüência fisiológica direta de uma condição médica geral.
  • Transtorno de Ansiedade Induzido por Substância: Caracteriza-se por sintomas proeminentes de ansiedade, considerados como sendo a conseqüência fisiológica direta de uma droga de abuso, um medicamento ou exposição a uma toxina.
  • Transtorno de Ansiedade Sem Outra Especificação: É incluído para a codificação de transtornos com ansiedade proeminente ou esquiva fóbica que não satisfazem os critérios para qualquer um dos Transtornos de Ansiedade específicos definidos nesta seção (ou sintomas de ansiedade acerca dos quais existem informações inadequadas ou contraditórias).

Acredita-se que os Transtornos de Ansiedade aumentaram nos últimos anos por três fatores:
  • Ritmo da vida moderna: As regras da vida moderna são pluralistas, o ritmo está cada vez mais rápido e essa aceleração atinge o social, tecnologia e ambiente.
  • Ausência generalizada de consenso sobre os valores e padrões que norteiam a vida
  • Nível de alienação social promovido pela sociedade pós-industrial: Na vida moderna deslocamos-nos por avenidas de alta velocidade, alimentamo-nos de comida processada, vestimos roupas fabricadas há milhares de quilômetros e passamos grande parte do tempo na frente de telas da TV e computador.
Diferença entre Ansiedade e Transtornos de Ansiedade:

  • Ansiedade: A ansiedade tem um componente positivo. Num nível gerenciável,  nos faz traçar planos para o futuro, nos protege de perigos, etc. 
  • Transtorno de Ansiedade: Representado por um excesso de energia que está sendo canalizado a alguns sintomas. Em grau alto, faz com que a pessoa entre em sofrimento antecipatório, preocupações excessivas e contribui para o aparecimento de alguma psicopatologia.
Fonte: 

BOURNE, E. J. Acabe Com a Ansiedade Antes que Ela Acabe Com Você: 10 Maneiras Simples Para Aliviar a Ansiedade, o Medo e a Preocupação. São Paulo: Gente, 2008.

DSM–IV–R. Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais. Porto Alegre: Artes Médicas, 2003.


        No decorrer do mês, serão postados mais textos sobre o Transtorno de Ansiedade, inclusive tratamentos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário